LIVE: Aceleração Digital, com Roberto Fulcherberguer (CEO Via Varejo) e Fabio Coelho (CEO Google).

• Segundo Roberto (Via Varejo), eles vinham numa transformação forte no 1º tri até serem atingidos pelo Covid. Fecharam todas as lojas e previram perda de 70% do faturamento, mas optaram por inovar a empresa aumentando o meio online, que era apenas 30% do negócio, e agora ja representa 80%. Criaram o “Me Chama no Zap”, atualmente são mais de 7.000 vendedores, fazendo mediação com cliente de forma online.

• Segundo Fábio (Google Brasil), o Google têm tentado trabalhar com todos os tipos de empresas para ajudá-las na aceleração digital. No momento de agora, o e-commerce deixou de ser “canal” e passou a ser o “centro” de vendas. Eles mostram estratégias na aquisição de mais clientes via on-line e auxiliam na exploração da base de dados de forma correta.

• Fábio reforça que comportamentos semelhantes que buscam determinados produtos, para buscarem a melhor opção para atingir o que o cliente busca, criando um comércio melhor em conhecer o seu usuário.

• Roberto relata que a Via Varejo usava o Google no momento da decisão da compra, e agora estão mais fortes no topo do funil. Isso fez com que abrisse um leque de oportunidades. A assertividade e eficiência cresceram de forma bastante exponencial. Além disso, na época de lojas abertas, a tecnologia e uso de dados dos clientes internos possibilitam uma grande interação entre vendedor e cliente, humanizando a relação dentre eles.

• Fábio enfatiza que as grandes marcas têm ajudado a trazer diversão por meio das lives, em conjunto com a solidariedade, com as doações disponíveis para serem feitas. Na live da Sandy e Júnior, conseguiram doação de mais de 1.000 toneladas de alimento.

• Roberto relata que as vendas online estavam dando problemas com várias reclamações em black friday do ano passado, por conta de sistema. Nisso, pararam de focar a parte online e ajustaram o sistema, e dali pra frente, o online da empresa só tem crescido.

• Segundo Fábio, digital não é só propaganda, e sim uma série de estratégias, a fim de gerar uma receita individualizada para o parceiro. As empresas serão mais eficientes se entenderem se o CEO estar diretamente envolvido. Também deve-se entender que isso é uma jornada que se evolui com o tempo.

• Fábio ressalta que o Google têm ajudado a XP em várias frentes de negócios também. É preciso ter neste momento empatia e ajudar as pessoas, pois a crise é séria e é preciso ter responsabilidade e cuidado anti-social.

Confira esse bate-papo completo no vídeo abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *